martedì 20 agosto 2019

Currency Converter by OANDA

domenica 20 gennaio 2019

COMUNI DELLA PROVINCIA DI MANTOVA CON DATA DI ISTITUZIONE - PREFEITURAS DA PROVINCIA DE MANTOVA COM DATA DE INICIO DE FONCIONAMENTO

Appartengono alla provincia di Mantova i seguenti 64 comuni
Pertencem a Provincia de Mantova as seguintes 64 Prefeituras

In grassetto i Comuni nati da fusione - Em negrito os Comuni nascidos de fusão

In verde i Comuni istituiti con decorrenza 1.1.1866 - Em verde os Comuni nascidos em 1.1.1866

In rosso i Comuni istituiti con decorrenza 1.9.1871 - Em vermelho os Comuni nascidos em 1.9.1871

martedì 20 novembre 2018

sabato 17 novembre 2018

RECEBER E MAIL COMO ESTES SEMPRE DA PRAZER ...

da:Fernando .... fernando.......@hotmail.com
a:"claudio.milletti@gmail.com"
data:16 nov 2018, 19:10
oggetto:agradecimento
proveniente da:hotmail.com
firmato da:hotmail.com

Ciao Claudio!!!!

Com imensa alegria venho compartilhar contigo essa conquista.
Onde a 5 anos atras voce ajudou a plantar a semente do que hoje tornou o sonho realizado. 

Na verdade nao canso de agradecer, a voce, que muito tempo atras eu nao tinha nada, somente perdido dinheiro com golpista, agora chegamos ao reconhecimento.

Meu muito obrigado Claudio!

Estou em uma cidade proxima de ....
Devo partir entre o final do mes de novembro e o começo de dezembro. 

Se tivermos a oportunidade de nos encontrar, sera um prazer.
Só dizer onde e quando.

abraço.


Fernando 

domenica 11 novembre 2018

PROCEDIMENTO OBTENCAO CIDADANIA: PASSOS BUROCRATICOS


Aqui um breve resumo, preparado pelo amigo advogado Marcos Antonio Magri Filho de Araraquara (OAB/SP 293850, email magris@uol.com.br), dos passos burocraticos necessarios no procedimento para o reconhecimento da cidadania italiana.

1) os documentos do antepassado na Italia;

2) todos os documentos (nascimento, casamento e obito) de todos os nascidos no Brasil ate a pessoa que requer a cidadania. As certidoes devem ser de inteiro teor;


3) verificaçao de eventuais erros (sempre ha) e suas correçoes por procedimento judicial;


4) expediçao de novas certidoes ja corrigidas;



5) emissão CNN com todas as variações do nome do italiano,

6) traduçao portugues-italiano por tradutor juramentado;

7) apostilamento das certidões e das traduções.


Este roteiro é valido para os processos realizados na Italia.

Para processos realizados nos Consulados italianos no Brasil, nao é mais necessario traduzir os documentos brasileiros de portugues para italiano.

Entao neste caso o roteiro fica assim

1) os documentos do antepassado na Italia;

2) todos os documentos (nascimento, casamento e obito) de todos os nascidos no Brasil ate a pessoa que requer a cidadania. As certidoes devem ser de inteiro teor;


3) verificaçao de eventuais erros (sempre ha) e suas correçoes por procedimento judicial;


4) expediçao de novas certidoes ja corrigidas;



5) emissão CNN com todas as variações do nome do italiano,

6) apostilamento das certidões 



giovedì 30 agosto 2018

INIZIO DELLO STATO CIVILE ITALIANO IN VENETO



Pubblico lettera ricevuta via PEC da Comune di Venezia, capitale del Veneto.

E' noto a tutti coloro che abbiano studiato la storia italiana che il Veneto e buona parte della provincia di Mantova passarono al Regno d'Italia solo nel 1866.




venerdì 22 dicembre 2017

Successo della mobilitazione in rete: Micheloni ha ritirato gli emendamenti per aumentare la tassa sulla cittadinanza e per limitarne l’accesso

http://www.tribunaitaliana.com/Attualit/Successo-della-mobilitazione-in-rete-Micheloni-ha-ritirato-gli-emendamenti-per-aumentare-la-tassa-sulla-cittadinanza-e-per-limitarne-laccesso/3467 

29/11 às 15h51
Atualizada em 29/11 às 15h51

Senador retira emenda que restringia cidadania italiana
Agência ANSA

O senador Claudio Micheloni, do Partido Democrático (PD), retirou uma emenda à Lei Orçamentária da Itália para 2018 que restringia o acesso à cidadania jus sanguinis (direito de sangue) no país.

De acordo com a deputada brasileira do Parlamento italiano Renata Bueno, Micheloni acabou recuando "em virtude da polêmica" e da reação negativa ao projeto.

"Eu queria esclarecer que não haverá mudanças. Essa notícia acabou circulando em vários veículos de comunicação e provocou preocupação em milhares de descendentes que estão com processo de requisição da cidadania italiana em andamento. Todos podem ficar tranquilos, já que a proposta do senador não prosperou", disse Bueno.

A emenda de Micheloni, eleito na Suíça, previa que a cidadania só fosse concedida para descendentes de até segunda geração, ou seja, apenas para filhos e netos de italianos. Já os bisnetos só poderiam solicitar o reconhecimento entre os 18 e 22 anos de idade. Além disso, o senador queria exigir conhecimento básico de italiano e aumentar de 300 para 400 euros a taxa cobrada no processo. O valor foi instituído em 2014, para financiar os consulados e agilizar a tramitação dos pedidos, mas até hoje não foi repassado à rede consular.

A emenda surgiu no momento em que o PD, do primeiro-ministro Paolo Gentiloni, tenta introduzir o princípio do jus soli (direito de território) na legislação, medida que encontra resistência na ala conservadora do Parlamento. O projeto pretende permitir que filhos de estrangeiros nascidos na Itália também tenham direito à cidadania, desde que respeitando alguns requisitos referentes ao tempo de residência em solo italiano. Do jeito que está hoje, o texto não altera o jus sanguinis.